Incorrígivel RAP

Domingo, 27 de Abril de 2008

Contem-me lá outra vez

Desafio quem passa por este blog (não são muito, mas já são uns quantos) a dar-me melhor programa televisivo domingueiro do que ver o Marcelo, rever os Gatos (ou aproveitar para fazer qualquer coisa) e refastelar-se no sofá a papar o "Conta-me como Foi". Ok, ok, os comentários do professor ou os felinos uma pessoa ainda pode dispensar, agora o "Conta-me" é um "must see".

Os actores, os cenários, a reconstituição (eu não era nascida em 1969, mas quem era diz-me que aquilo está perfeito e eu ainda me lembro de alguns daqueles itens), a história... Sou a fã número 1, e sei isto porque quando está a dar o "Conta-me" nem pego no comando. São poucos os programas que me deixam assim, e agora mesmo não me lembro de mais nenhum.

"Conta-me como Foi", baseada num formato original espanhol da TVE que obteve óptimos resultados, é uma série que quanto a mim só tem um defeito: põe a nu as debilidades da restante programação (sim, sim, vou cascar nas grelhas outra vez). Infelizmente, não conseguimos ter muito mais séries deste nível. Aliás, nem sequer conseguimos ter mais séries portuguesas em horário nobre.

É uma pescadinha de rabo na boca. Os portugueses viciaram-se nas novelas - em ter desenvolvimentos diários do enredo - e sai mais barato produzir assim por atacado.  As televisões produzem cada vez mais desta forma e os espectadores deixam de ter espaço para gostar de outras coisas . Pelo menos é como vejo as coisas.

Publicado por Lina às 23:31

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 26 de Abril de 2008

Retiro o que disse...

Sinceramente, isto parece a gozar, mas não é. No último post gabei a produção nacional e pelos vistos fiz mal. Há uma semana (mais coisa menos coisa) espreitei a novela "A Outra" e, apesar de ser distraída e raramente ver este tipo de coisas, dei-me conta de um erro básico de raccord.

O Duarte, filho do mau da fita estava a conversar sobre o amor (?!) com a empregada na cozinha e num plano tinha o cabelo com risco ao meio e na seguinte já o tinha ao lado. Está bem, isto não é o fim do mundo, mas fica registado. Pode ser que alguém da NBP leia isto e passe o recado. Estas novelas já exigem um pouco mais de cuidado, não?


Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

Descobrir a pólvora televisiva

Já sei que parece que tenho este blogue abandonado, mas não é verdade. Só que entre fraldas, dar de comer e noites mal dormidas não há muito tempo para pensar em TV, ainda que tenha visto bastante. Ontem estava a pensar nisto e, pronto, foi como se descobrisse a pólvora. A culpa da mediocridade televisiva de que me queixo tanto é dos pais e mães, sobretudo das mães em licença de parto, deste país.

Como o tempo é pouco para tudo, o grau de exigência baixa. E de que maneira. Por exemplo, eu que achava as novelas da TVI entediantes na maior parte dos casos (excepto o "Ninguém como Tu" e uma ou outra excepção), dou comigo a seguir os "Morangos com Açúcar", a espreitar "A Outra" e a "Fascínios" e a pensar: "Sim, senhora. Temos evoluído tanto...". Mas antes que pensem que enlouqueci de vez, posso assegurar-vos que não penso o mesmo do "Deixa-me Amar". O que quer dizer que ainda não está tudo perdido.

A questão é que o meu delírio não é permanente. E é triste perceber que a TV está como está porque na realidade pouco olhamos para o que lá se passa. Só está ligada. Se prestássemos atenção, veríamos, por exemplo, que a programação da tarde é para lá de vergonhosa e que a única coisa interessante de tanta concorrência entre canais, por enquanto, é que temos muito melhores filmes para ver ao fim-de-semana. Não é só novidades, mas também não são só películas passadas em campos de férias. Já é um começo...


Terça-feira, 1 de Abril de 2008

Barracada no "Quem Quer Ser Milionário"

Apesar da ausência prolongada, ainda não me esqueci que tenho este blogue. Só que estou no meu próprio período sabático, tipo Gato Fedorento, e tenho apreciado mais ver TV do que falar sobre isso. Mas há coisas que merecem ser mencionadas e se possível em letras gordas: meteram água no "Quem Quer Ser Milionário" de segunda-feira.

A pergunta era "Que equipas foram à final da Taça das Nações Africanas" na edição de 2008. Gana e Costa do Marfim, Angola e África do Sul, Camarões e Costa do Marfim, Egipto e Camarões? Pois, eu não sabia, queria saber e não consegui. Porque a RTP fez intervalo e quando a emissão voltou já estavam na pergunta seguinte. A única coisa que sei é que o concorrente acertou porque ainda era o mesmo e já estava a responder a uma pergunta sobre o cromeleque de Almendres.

Uma coisa um bocadinho amadora, não?
Gostava de saber se vão pedir desculpa ao espectador.

Publicado por Lina às 23:22

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Pesquisar este blog

 

Tags

"morangos"

"o grande dador"

"só visto"

"sobrenatural"

30 rock

5.º canal

a outra

axn

casamento de sonho

daytime

documentário

família superstar

fascínios

fox life

fox next

gato fedorento

globos de ouro

humor

luís filipe menezes

markl

meo

morangos

mundo

números

operação triunfo

pivôs

publicidade

quinto canal

reality shows

reflexão

rtp

rtp1

rtpn

séries

set

sic

sic notícias

sic radical

sócrates

top

tvi

tvi 24

tvi24

todas as tags

Arquivos

Março 2013

Junho 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Fevereiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

blogs SAPO

subscrever feeds